skip to Main Content
Telefone: 55 (62) 3922.2079
Tributação Para Agronegócio – ​quais São ​ Os Impostos Que Devem Ser Pagos

Tributação para Agronegócio – ​quais são ​ os impostos que devem ser pagos

O agronegócio é de suma importância para a economia do País e segundo pesquisas realizadas pela ONU, até 2024 o Brasil será o principal exportador agrícola do mundo!

Mas acredite você ou não, se as cargas tributárias agropecuárias fossem mais acessíveis essa realidade chegaria bem antes.

Contudo, se você empreendedor rural quer aproveitar o momento atual para potencializar os seus negócios, nós temos dicas para que você pague todos os impostos necessários sem gastar a mais por isso!

O que acha?

Economia e produtividade em uma mesma medida?

Antes de te contarmos como pode conseguir isso, queremos que você entenda um pouco mais sobre os impostos e taxas que o produtor rural precisa pagar atualmente.

Vamos a elas!

Quantos tributos tenho que pagar?

O sistema tributário do agronegócio no Brasil está muito longe de ser simples, ao contrário, ele é cheio de burocracias e complexidades capaz de deixar qualquer um de cabelo em pé.

Para ter uma ideia, segundo uma nota publicada pelo Farmnews, são cerca de 90 tributos para a categoria, contando com impostos, taxas, contribuições sociais, entre outras.

E isso pode impactar diretamente o preço dos produtos e também as possibilidades de exportação, sem contar na situação financeira dos agricultores que podem chegar a pagar 30% de todo seu lucro para os cofres do governo.

O resultado disso é uma perda para os produtores rurais que ficam com as mãos atadas e sem condições reais de competir e menor qualidade de vida em termos gerais, uma vez que os tributos incidem no valor repassado ao consumidor final.

Contudo, como o nosso foco é na solução, que tal contarmos para você a melhor forma de minimizar esse impacto e aumentar a sua lucratividade?

Em breve nós vamos descobrir…

Dando nome aos bois

E se você quer saber quais os impostos que você paga com seu agronegócio, vamos dar nome a eles, que muitas vezes valem pelo preço de uma boiada.

Preparamos uma listinha, com alguns:

  • ICMS – imposto dobre circulação de mercadorias e serviços
  • IRPJ ou IRPF – Imposto de renda de pessoa jurídica/ fisica
  • CSLL – contribuição sindical sobre lucro líquido.
  • PIS – Programa de integração social.
  • COFINS – Contribuição para o financiamento da seguridade social.
  • Funrural – Fundo de assistência ao trabalhador rural.
  • INSS – Instituto nacional de seguridade social.

Olha, esses impostos são obrigatórios e não há como fugir de seus pagamentos, contudo, como já dissemos existe uma forma de minimizar os impactos dos tributos sobre os lucros do seu empreendimento rural e agora vamos te mostrar!

Diminua os tributos sobre seu agronegócio!

Existe um segredo que precisamos compartilhar com você e que vai fazer toda a diferença nos lucros da sua empresa e no valor final dos tributos que você agricultor precisa pagar…

É o PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA AGROEMPREENDEDORES!

Mas quais os benefícios que o planejamento pode trazer na prática?

  • Evitar incidência de tributos: Significa impedir que o fato gerador de um determinado imposto possa acontecer, dessa forma o empreendedor rural fica isento da obrigação sobre determinada taxa.
  • Reduzir o valor recolhido: Trata-se da elisão fiscal, com a qual é possível diminuir o valor final dos tributos, o que pode acontecer por intermédio de uma alíquota reduzida ou a modificação do regime tributário escolhido.

O mais importante é que você conte com uma contabilidade especializada em agronegócios dessa forma será possível entender todo cenário financeiro de seus negócios e acertar as arestas para que haja economia e crescimento constante!

E nós queremos ajudar você a alcançar esses objetivos, fale conosco que podemos contribuir para um planejamento tributário eficaz e consequentemente para o sucesso dos seus negócios!

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Rayc. Será um prazer ajudá-lo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top